Ligue62 3212-4343
Dr. Vicente de P. Borges Dr. Dalvo da S. Nascimento Jr. Dr. Luiz F. Veloso Dr. Sandro da S. Reginaldo Dr. Ricardo J. do Couto Dr. Paulo Silva Dr. Jefferson Soares Martins Dr. Leandro Alves de Oliveira Dr. Rogério da Silva Gomes Dr. Lauro Alessandro Q. Santana Dr. Rogério de Andrade Amaral Dr. Guilherme da Silva Gomes

Dicas de Saúde

ARTROPLASTIA TOTAL DO QUADRIL (ATQ)

Publicado em : 06/10/2014

QUADRIL NORMAL

 

 O ESPAÇO ARTICULAR ESTÁ PRESERVADO.
- A CARTILAGEM ARTICULAR ESTÁ NORMAL.
- A MOBILIDADE ESTÁ NORMAL.

 

 

 

QUADRIL DOENTE

- ESPAÇO ARTICULAR DIMINUÍDO
- CARTILAGEM DANIFICADA.
- INDICAÇÃO DE ATQ.
- QUADRIL COM FRATURA.

 

 

 

ATQ

 

- ALÍVIO DA DOR.
- MELHORA DOS MOVIMENTOS.
- MELHORA DA QUALIDADE DE VIDA.

 

 

 

OBSERVAÇÕES:
1. LEMBRE-SE, VOCÊ TEM UM QUADRIL ARTIFICIAL, NÃO É NORMAL. PORTANTO, DEVE SER PRESERVADO.
2. LEMBRE-SE, SEU MÉDICO IRÁ TIRAR SUAS DÚVIDAS SOBRE O QUE FAZER SOBRE A SOBREVIDA DE SUA PRÓTESE.
 

a) ORIENTAÇÃO QUANTO À REALIZAÇÃO DA CIRURGIA.

1. AVALIAÇÃO CLÍNICA.
- EXAMES LABORATORIAIS.
- AVALIAÇÃO CLÍNICO-CARDIOLÓGICA.

2. AVISAR SEU MÉDICO DE ALGUMA DOENÇA PRÉ-EXISTENTE OU HÁBITOS E VÍCIOS.

3. EXERCÍCIOS PRÉ E PÓS-OPERATÓRIOS.

- MUSCULARES.
- RESPIRATÓRIOS.

 

EVITA COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIA, POR EXEMPLO, TROMBOSE (TVP) OU PNEUMONIA.


FAZER ESTES EXERCÍCIOS SEM AJUDA.


RISCOS DA CIRURGIA.

TODO PROCEDIMENTO CIRÚRGICO É CERCADO DE ALGUM RISCO E, PORTANTO, DEVEM SER TOMADAS TODAS AS MEDIDAS PARA MINIMIZÁ-LOS.

  • ANESTESIA - SABEMOS QUE COM A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA, CONHECIMENTOS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS, OS RISCO FORAM DIMINUÍDOS.
  • INFECÇÃO - COM MEDIDAS TERAPÊUTICAS ADEQUADAS E EVOLUÇÃO DA TÉCNICA, OS RISCOS TENDEM A SEREM BAIXOS (1 A 2%). ENTRETANTO, O PACIENTE DEVE CONHECÊ-LOS.
  • TVP (TROMBOSE VENOSA PROFUNDA) E EMBOLIA  -  ASSIM COMO A INFEÇÃO, SÃO TOMADAS MEDIDAS PARA PREVENÇÃO DESTE GRANDE PROBLEMA, AS QUAIS SÃO MEDIDAS MECÂNICAS E MEDICAMENTOSAS.
  • LUXAÇÃO DA PRÓTESE
    -  LUXAÇÃO É A DESCONEXÃO ENTRE  OS DOIS COMPONENTES DA PRÓTESE (FÊMUR E ACETÁBULO).
  • OUTRAS COMPLICAÇÕE MENORES SERÃO DISCUTIDAS COM SEU MÉDICO.

- EQUIPE CIRÚRGICA.
- A EQUIPE CIRÚRGICA É COMPOSTA PELO CIRURGIÃO (CHEFE DA EQUIPE), PELO PRIMEIRO E SEGUNDO AUXILIAR, ANESTESISTA E GERALMENTE POR DOIS A TRÊS TÉCNICOS AUXILIARES.
       
- INTERNAÇÃO:
-NORMALMENTE NO DIA DA CIRURGIA EM JEJUM ABSOLUTO.

- PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO (POI).
- EQUIPE PARA-MÉDICA TREINADA IRÁ RECEBÊ-LO.
- SUAS PERNAS SERÃO MANTIDAS ABERTAS (EVITAR LUXAÇÃO).
- MEDICAÇÃO SERÁ FEITA POR VIA INTRAVENOSA.
- SERÁ MANTIDO O DRENO POR 36 A 48 HORAS.
- OS EXERCÍCIOS INICIAM-SE QUANDO ACABAR A ANESTESIA.
- GERALMENTE NO 1º. PO, O PACIENTE JÁ TOMA SEU CAFÉ DA MANHÃ SEMI-SENTADO NO LEITO, NÃO FLEXIONANDO MUITO O QUADRIL ( ATÉ 90 GRAUS).
- MEDIDAS FISIOTERÁPICAS SERÃO REALIZADAS NO PRIMEIRO PÓS-OPERATÓRIO.

 
EVITAR LUXAÇÃO:

NÃO FAÇA:
 1 - NUNCA SE SENTE EM LUGARES BAIXOS.
     (ABAIXO DA ALTURA DO JOELHO)
   CUIDADO!
            - VASO SANITÁRIO.
            - CADEIRAS BAIXAS.
            - CAMA BAIXA.

 

 

AO LEVANTAR-SE:
2  - NÃO CRUZE AS PENAS.
3 - NÃO SE DEITE DE LADO SEM UMA PROTEÇÃO ENTRE AS PERNAS.  

E-  ANDAR.                                                                                                                                              

- MULETA OU ANDADOR DEVEM SER PROVIDENCIADOS ANTES DA INTERNAÇÃO.
- SERÁ ORIENTADO PELO SEU MÉDICO.

F - ALTA HOSPITALAR.

-TIRE TODAS AS SUAS DÚVIDAS COM SEU MÉDICO.
-TRANSPORTE: ANDAR SEMPRE NO BANCO DA FRENTE E NÃO FLEXIONE O QUADRIL ACIMA DE 90 GRAUS.

 

-NA CAMA: NÃO DOBRE O QUADRIL SOBRE O TRONCO E MANTER AS PENAS ABERTAS.
-OBS: CUIDE DE SUA PRÓTESE.
EVITAR:
- CORRER
- AGACHAR
- PEGAR PESO
- GANHAR PESO

G -IMPORTANTE :

- RETORNE IMEDIATAMENTE AO HOSPITAL CASO OCORRA:
               - DOR INTENSA NO QUADRIL.
               - EDEMA (INCHAÇO) NAS PERNAS.
               - FALTA DE AR.

 

Dicas de Saúde

Atividade física

Antes de iniciar qualquer atividade física, consulte um médico para um exame clínico adequado e receber a orientação de quais atividades você pode realizar e as que deve evitar.

Escolha do exercício físico

Escolher uma atividade que lhe traga prazer e seja bem tolerada. A atividade não precisa ser muito forte para melhorar a sua saúde. Após três meses de atividade física regular você já notará as diferenças. 

Exercícios aeróbicos

Exercícios aeróbicos devem ser feitos, se possível, todos os dias, com duração mínima de 30 a 40 minutos. Uma forma prática e muito comum de controle da intensidade do exercício aeróbio é a medida da freqüência cardíaca. 

Início de atividade física

Todo início ou reinício de atividades deve ser gradativo, especialmente para os indivíduos mais idosos. A atividade não deverá provocar fadiga em cada sessão de exercícios, mas tão-somente cansaço leve, que demande menos de uma hora pós-esforço ára sei desaparecimento completo.

Realização de atividade física

A Liberação para a realização de atividades físicas ou esportes competitivos deve ser realizada por um médico. Este realizará um exame clínico completo e eventualmente, um teste de esforço em casos especiais, como em pessoas idosas e em portadores de doenças vasculares ou com antecedentes familiares de problemas cardíacos. 

Trauma do Esporte é na COT

A prática de esportes orientada é uma atividade recomendada para garantir saúde, bem-estar e longevidade às pessoas. Os profissionais e amadores de diversas modalidades, tais como: natação, balé, judô, jiu-jitsu, skate, futebol e outros.